As vossas cartas/emails

 

Organizámos a HEE-HEE NET que é uma rede de comunicação baseada no humor, capaz de desencadear risos terapêuticos entre grupos marginalizados, à roda do mundo.
M. Miles, UK

Da Argentina…

Eu não sei como é a anarquia - durante toda a minha vida os militares "controlaram" tudo - mas isto deve estar muito próximo da anarquia. Os "piqueteros" decidiram ser muito radicais e bloquearam as estradas e as auto-estradas. Sinto, mais do que nunca, que a inclusão deve ser considerada em educação, dado que, com esta difícil situação, haverá mais diversidade entre as crianças e os professores terão de encontrar novos instrumentos para lidar com elas.

O meu trabalho com os pais é positivo. Tenho trabalhado muito com o meu filho para que ele tenha acesso ao currículo. No ano passado partilhei os meus conhecimentos com formadores de professores.

Desejo pedir-lhes um favor - manterem-me informada, assim como às pessoas que me rodeiam. Não podem imaginar o que é o isolamento. Se poderem continuar a mandar-nos informações sobre acontecimentos, projectos e o Boletim, isto será um apoio muito importante.

Elena dal Bo
Argentina

Saudações de HakiElimu, Tanzânia

HakiElimu é uma organização não governamental da Tanzânia. O nosso sonho é uma Tanzânia onde todas as crianças usufruam do direito a uma educação básica de qualidade em escolas que respeitem a dignidade e os direitos humanos de todas as pessoas. A nossa missão é ajudar as comunidades a transformar as escolas e influenciar as orientações políticas, estimular um diálogo público criativo, proporcionando para a mudança, conduzir investigação crítica e advocacia e colaborar com parceiros para uma busca de interesses comuns e de justiça social. Estamos a organizar uma pequena biblioteca/centro de recursos para apoiar estes programas. Estamos interessados em recolher materiais sobre educação e áreas afins. A nossa biblioteca irá abrir ao público e será utilizada por especialistas, investigadores, responsáveis pelas orientações políticas e activistas.

Agnes Mangweha
Librarian

E um recorte dum jornal do Quénia…

Os alunos podem não ser estúpidos

Quando os especialistas de educação discutem as causas do aumento dos níveis do abandono escolar, citam muitas vezes a pobreza, esquecendo outras causas que podem não ser as mencionadas…No entanto…a pobreza só em parte pode explicar este fenómeno.

O problema fundamental pode situar-se no currículo escolar e nos métodos de ensino. O nosso sistema de ensino …não tem paciência com as crianças com dificuldades de aprendizagem …são estigmatizadas como deficientes mentais ligeiros, preguiçosas ou estúpidas. Obrigam-nas a repetir os anos várias vezes, castigam-nas por não acompanharem os outros…é o sentimento de rejeição que as leva a abandonar a escola, quando não persistem o tempo suficiente para serem eliminadas pelos exames nacionais… As crianças abandonam a escola por razões que não seria difícil corrigir. O processo de ensino de professores deveria focar a forma de lidar com estas crianças e com a forma de as desenvolver.

Editado pelo Daily Nation, Quénia, 23 de Julho de 2001

O EENET está em contacto com muitos centros de recursos e redes de informação em muitos países do mundo. Por favor, comuniquem connosco se estão a pensar organizar uma rede ou um centro de recursos.


Fatal error: Uncaught Error: Call to undefined function mysql_connect() in /home3/eenet/public_html/reference.php:6 Stack trace: #0 /home3/eenet/public_html/resources/eenet_newsletter/news6_port/page15.php(81): require() #1 {main} thrown in /home3/eenet/public_html/reference.php on line 6